Em Pauta

SOCIEDADE BRASILEIRA DE ARRITMIAS CARDÍACAS REÚNE RENOMADOS CARDIOLOGISTAS EM BRASÍLIA (DF)

Especialistas irão debater casos e estudos sobre Fibrilação Atrial, subtipo de arritmia mais comum na população brasileira e mundial, dispositivos implantáveis, manutenção do ritmo cardíaco, entre outros temas de interesse à população leiga

Desde 2006, a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) realiza em todo território nacional o Programa de Educação Continuada - PrECon, cuja finalidade é difundir e harmonizar condutas da especialidade para cardiologistas, médicos residentes e demais profissionais da saúde. Em Brasília (DF), o PrECon será realizado nos dias 19 e 20 de agosto, na Associação Médica de Brasília (AMBr) e reunirá renomados cardiologistas brasileiros em torno das principais técnicas, diagnósticos e tratamentos das arritmias cardíacas. “É um evento importante para a formação continuada dos cardiologistas, que adquirem mais conhecimentos e, na prática clínica diária, revertem estes aprendizados em benefício à população em geral”, esclarece a Dra. Denise Hachul, Presidente da SOBRAC.

O evento abordará temas essenciais em torno das arritmias cardíacas mais prevalentes, caso da Fibrilação Atrial, um tipo de arritmia muito comum na população brasileira e mundial, bem como sua relação com o Acidente Vascular Cerebral (AVC/derrame) e, da mesma forma, a manutenção do ritmo sinusal (ritmo cardíaco), outro fator que se correlaciona com a doença. Sobre este tema, a palestra será apresentada pelo cardiologista brasiliense Luiz Leite, coordenador do PrECon de Brasília e membro habilitado pela SOBRAC.

“Além de apresentar estudos recentes, vamos dar ‘dicas’ de como cuidar e alertar nossos pacientes para algumas atitudes que ajudam a manter o ritmo cardíaco, casos recorrentes na nossa prática médica nos serviços de saúde”, explica o cardiologista da SOBRAC. “É importante saber as técnicas atuais para lidar com situações do dia a dia na relação médico-paciente, como o cuidado com o sobrepeso e a relação com a fibrilação atrial, a importância do exercício físico, do controle do colesterol, da hipertensão, do diabetes, do diagnóstico e tratamento da apneia do sono, e até mesmo sobre o excesso do consumo de álcool”, completa Luiz Leite.

Ritmo Cardíaco
O estímulo elétrico nasce no próprio coração, na região chamada de nodo sinusal ou nó sinusal, localizado na parte superior do coração - átrio direito. É ali que são produzidos de forma contínua e regular os impulsos elétricos que se propagam por todo o coração, realizando a contração dos músculos cardíacos. Este impulso elétrico demora 0,19 segundo para percorrer todo o coração.

Geralmente, pode acontecer um descompasso, como nas chamadas extrassístoles, quando o coração bate regularmente, mas de repente surge um batimento isolado e inesperado. Esse batimento pode não significar um problema clínico mais grave, porém, quando ocorrem com frequência, provocando sintomas como palpitação ou tontura, a extrassístole deve ser investigada por um especialista.

Outra condição muito comum ocorre em portadores de Fibrilação Atrial (FA), arritmia cardíaca muito comum, principalmente em idosos. A FA é um ritmo caótico, com estímulos elétricos sendo gerados em todo o átrio, provocando uma contração ineficiente. Nestes casos, há necessidade de acompanhamento médico constante para o tratamento com intervenção medicamentosa ou mesmo cirúrgica.

Veja abaixo as 10 dicas para se manter o ritmo sinusal/cardíaco:

1- Evite o sobrepeso - os estudos mostram que a ocorrência de fibrilação atrial é mais elevada quanto maior o Índice de Massa Corporal (IMC);

2- Exercite-se regularmente – a atividade física reduz a incidência de FA. Um estudo australiano mostrou uma redução de 50% de casos de FA nos pacientes com aderência a atividade física e dieta adequada;

3 - Controle o colesterol - o risco de FA está relacionado ao aumento do colesterol;

4 - Controle a hipertensão: a fibrilação atrial é uma doença progressiva, que ocorre com maior prevalência nos hipertensos. Além disso, após controlada a fibrilação, a hipertensão mantém uma agressão ao coração, podendo gerar novos focos para a FA;

5- Controle do diabetes;

6 – É importante ter o diagnóstico e, consequentemente, o tratamento da apneia do sono;

7- Evite consumir álcool em excesso - a ingestão excessiva é alvo favorável à ocorrência de FA, mesmo em indivíduos sem predisposição;

8- Tratamento medicamentoso – é importante seguir as recomendações médicas no uso de antiarrítmicos, antes e após a reversão de uma fibrilação atrial. A estratégia é aumentar a chance de reversão e reduzir a recorrência da doença;

9 - Tratamento cirúrgico – a ablação de fibrilação atrial para os pacientes indicados: estudos têm mostrado que quanto mais precoce a intervenção cirúrgica, melhor o resultado a longo prazo;

10 – Realize exames periódicos – a detecção precoce de fibrilação atrial permite intervenções mais precisas e com maiores chances de se manter o ritmo cardíaco.

Sobre a SOBRAC
Criada oficialmente em 1984, a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) é uma entidade médica sem fins lucrativos, afiliada à Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Os objetivos da Sociedade são normatizar as atividades relacionadas às arritmias cardíacas no Brasil, promover o desenvolvimento científico e a valorização profissional da especialidade, além de orientar a população leiga a respeito dos problemas mais comuns ligados às arritmias cardíacas e morte súbita, por meio de campanhas educativas. Para isso, realiza periodicamente o Programa de Educação Continuada (PreCon), anualmente o Congresso Brasileiro de Arritmias Cardíacas, maior evento do gênero da América Latina, e a Campanha Nacional de Prevenção das Arritmias Cardíacas e Morte Súbita, intitulada Coração Na Batida Certa, a qual instituiu o dia 12 de novembro para suas mobilizações junto ao público leigo, com ações desenvolvidas por associados e parceiros da Sociedade.

Site SOBRAC: www.sobrac.org

Serviço
PreCon – Programa de Educação Continuada - Brasília (DF)
Realização: Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas - SOBRAC
Data: 19 e 20 de agosto
Local: Associação Médica de Brasília (AMBr) - ASCES Trecho 03 – conj. 06 – Brasília (DF)
Informações e inscrições: http://www.sobrac.org/home/?p=21460